Cambío climático y reducción del riesgo de desastres

This category contains 174 resources

Mejorando la resiliencia de drenajes y sistemas de riego para la Gestión de Riesgos en Shandong, China

El Municipio Qilin (Cantón Juye) se encuentra al sur oeste de la Provincia de Shandong y cuenta con una población de 65,000 habitantes. Las localidades que se encuentran bajo la jurisdicción del cantón Juye se encuentra en una llanura aluvial, parte sud del Río Amarillo. Las inundaciones y sequías son frecuentes entre los meses de julio y agosto. La falta de mantenimiento y rehabilitación del sistema de drenaje e infraestructura de irrigación se adicionan a las formas de tenencia de tierras, así como las actividades humanas que han causado daños severos a la infraestructura comunal de drenaje. Como consecuencia, la rersiliencia del sistema de drenaje ante inundaciones es baja, con estos fenómenos dejando graves perdidas economicas a los campesinos en las comunidades bajas del municipio Qilin.

Gestão da Sigatoka Negra (Mycosphaerella fijiensis Morelet) nas plantações de bananeiras

Na República Dominicana a ocorrência de chuvas de elevada intensidade e de inundações é frequente no período dos furações, causam estragos significativos nos sistemas de produção de banana. De entre estes, pode destacar-se o aumento da incidência de doenças como a Sigatoka negra. Esta doença causa a necrose e morte acelerada das folhas, induzindo a maturação prematura, a redução do calibre do fruto e do peso do cacho, causando uma diminuição significativa no volume de produção. Esta situação necessita de uma gestão integrada, funcional e de baixo custo, que inclui práticas culturais destinadas à mitigação das condições favoráveis para o estabelecimento e desenvolvimento da doença, ao aumento do vigor da planta e eliminação de fontes de inóculo dentro da plantação.

Práticas de proteção de bananeiras (Musa AAA) na sua fase de produção, República Dominicana

Em fase de produção, as bananeiras devem suportar o peso exercido sobre pseudocaule e sua base ao nível do solo, desde a formação do cacho até à sua maturação. Existe uma ameaça permanente, em especial na estação mais ventosa, de haver desequilíbrios de peso e de posicionamento das plantas e haver perdas de cachos, por queda ou “acamamento” antes da colheita, se não for feito algum tipo de suporte físico que o contrarie. Para reduzir a vulnerabilidade das plantações de bananeiras, recomenda-se um conjunto de práticas que reduzem os riscos de perda de bananeiras e seus cachos e consequentes efeitos sobre o retorno económico dos produtores. As práticas a serem implementadas são: desbaste de pencas, a remoção do “coração da bananeira” e o tutoramento. Estas práticas deverão ser realizadas em todas as explorações de banana para exportação ou para o mercado nacional.

Poda das folhas do coqueiro na região de Bicol, Filipinas

As Filipinas são frequentemente expostas a eventos climáticos extremos. Devido à sua localização geográfica e geomorfologia, a região de Bicol é particularmente propensa a estes tipos de eventos, tais como tufões, inundações, secas, chuvas intensas e perigos relacionados, tais como os deslizamentos de terra. A agricultura é um dos setores mais afetados, especialmente nas zonas agroecológicas de sequeiro e de terras altas, muito dependentes das condições climáticas. Os muitos agricultores de baixos recursos na região de Bicol e seus meios de subsistência tornam-se ainda mais vulneráveis ​​ com os impactos das alterações climáticas. Isto exige a implementação de estratégias de adaptação para reduzir sua vulnerabilidade e aumentar sua resiliência. O coco (Cocos nucifera L.) é uma cultura tradicional na região de Bicol. Uma grande parte da área de coco, que representa cerca de 20% da terra arável disponível na grande parte dos países produtores, pode ser utilizada de forma mais produtiva sob um sistema de consociação ou de produção em vários patamares. A poda das folhas de coqueiro (PFC) é simples, prática, favorável ao meio ambiente e permite fazer culturas consociadas de elevada necessidade de luz solar, tais como as hortícolas. Estas práticas necessitam de curtos períodos de sementeira e/ou plantação, menos área (com a utilização dos espaços vazios entre coqueiros) e menores custos, ao mesmo tempo que fornece um rendimento adicional e melhora os níveis de segurança alimentar das famílias camponesas.

Arroz de Sequeiro

Esta comunicação explica onde e como cultivar o “Arroz de sequeiro”. O arroz de sequeiro é um sistema de produção em que o arroz é cultivado sob condições não inundáveis, não alagadiças e sem saturação do solo. Porque o arroz de sequeiro necessita de menos água a nível do terreno que o arroz regado convencional, o sistema destina-se a áreas com deficiências de água para rega ou de planícies de sequeiro. A rega pode ser efetuada através por gravidade ou por aspersão. A gestão específica de nutrientes no terreno (SSNM - Site-Specific Nutrient Management; www.irri.org/irrc/ssnm) pode ser utilizada para determinar a gestão otimizada dos fertilizantes. Este sistema cultural é propenso a um maior desenvolvimento de infestantes e em maior número de espécies, sendo necessário o seu controlo. As pragas transmitidas pelo solo, como os nematodes de raiz, afídios e fungos, são conhecidas por ocorrer mais frequentemente no arroz de sequeiro do que no arroz de regadio, especialmente nas zonas tropicais. Recomenda-se que o arroz de sequeiro seja cultivado em rotação com outras culturas adequadas à região.

Boas práticas para a prevenção e controle da ferrugem do Cafeeiro (Hemileia vastatrix), República Dominicana

A ferrugem do Cafeeiro (Hemileia vastatrix Berk & Br) é a mais importante das doenças da folha do Cafeeiro. Apesar de estar presente em quase todas as zonas de produção de café da República Dominicana, a sua importância é maior nas áreas de média e baixa altitude, onde é favorecida pelas temperaturas quentes e ambientes húmidos e chuvosos. Assim, a aplicação adequada das práticas culturais para Gestão Integrada da Ferrugem (GIF), não só irá ajudar a controlar a doença, como tenderá a aumentar a produtividade das plantações de café.

Ferrugem do cafeeiro: utilização de variedades tolerantes

Esta prática descreve como reduzir os estragos causados pela ferrugem do cafeeiro (Hemileia vastatrix Berk & Br), através da substituição das variedades existentes por variedades tolerantes à doença, tais como as linhagens selecionadas das variedades Catimor e/ou Sarchimor.

Sistemas silvo-pastoris e de sebes em sistemas de produção integrados, Índia

Os agricultores de baixos rendimentos das zonas de clima tropical semiárido, como a região sul da Índia, combinam tradicionalmente diferentes atividades para diversificar os meios de subsistência, de modo a reduzir o impacto das calamidades naturais como são os casos das secas. O sistema silvo-pastoril de Acacia Leucophoea e Cenchrus Ciliaris, é um sistema integrado que disponibiliza alimentação adequada para caprinos e ovinos, bem como lenha para responder às necessidades energéticas das famílias. Culturas anuais, como o milho e o sorgo, podem ser produzidas entre as linhas das árvores, o que ajuda a proteger o solo, reduzir a erosão e diversificar os meios de subsistência rurais. As gramíneas forrageiras são plantadas/semeadas nas entrelinhas das árvores para reforçar a produção forragens para os animais. As árvores também funcionam como quebra-ventos.

Les Techniques d'Agriculture de Conservation dans les zones rurales d'Haïti

Ceci n'est pas la version finale de cette fiche technique: le contenu est sous révision et pourrait être modifié. 

L'application des techniques d'agriculture de conservation répond à une nécessité d'apporter des réponses pratiques à la dégradation des sols, la faible fertilité des sols, et à la protection des bassins hydrographiques de la zone considérée. Les objectifs de cette technique sont de conserver, d'améliorer et de faire un usage plus efficient des ressources naturelles à travers la gestion intégrée des sols, de l'eau et d'autres ressources disponibles. Cette fiche technique décrit les trois principes de l'agriculture de de conservation en réponse à l'adaptation à la sécheresse, aux changements climatiques en particulier aux variations de la température et de la pluviométrie. Sa principale caractéristique est la régénération des sols plus rapide de sorte que l'intensification de la production agricole soit économique, écologique et socialement durable. Elle repose sur trois principes de base:

  1. La rotation ou association de cultures
  2. Le zéro labour ou labour minimal
  3. La couverture permanente du sol

Prácticas tradicionales de jardines flotantes para la producción de hortalizas en Bangladesh

El presente documento es una traducción de la versión original en inglés (http://teca.fao.org/read/8867). La práctica del jardín flotante es un sistema de producción indígena local de mayor éxito en los humedales, áreas sumergidas e inundadas de los distritos seleccionados del sur y sur-oeste (Pirojpur, Barisal y Gopalganj) de Bangladesh. Las prácticas agrícolas de jardín flotante han sido adoptadas por los agricultores locales desde hace casi dos siglos. Esta tecnología se describe en detalle cómo construirla y gestionar estos jardines para la producción de diferentes cultivos (hortalizas y especias).

Páginas